Tratamento e desinfecção de água: Dicas para escolher os produtos corretos

jan 26, 2021 | Tratamento de água | 0 Comentários

A água é um elemento muito fundamental em praticamente todos os setores: Residencial, Comercial e Industrial. Porém, uma das principais preocupações destes setores está relacionado à qualidade da água, exigindo para isso processos de tratamento e desinfecção de água.

A preocupação com o tratamento da água tem razão de existir já que, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 60% da população mundial recebe água de qualidade precária – ou seja, sem condições básicas para uso.

Isso só reforça a importância do tratamento e desinfecção de água antes do seu uso, seja em residências/comércios ou em indústrias. Por isso, vale conhecer os produtos corretos que vão permitir o consumo e uso de uma água que apresente maior qualidade.

 

Desinfecção e tratamento da água: Quais são os equipamentos adotados?

Como visto, há a clara necessidade de realizar o tratamento da água antes do seu consumo residencial ou uso industrial. Para permitir isso, são utilizadas as Estações de Tratamento de Água (ETA). 

Estes são locais onde a água passa por variados processos, altamente necessários para que ela se torne apta para consumo e utilização, sem maiores danos à saúde ou efeitos colaterais.

Os equipamentos adotados na estação de tratamento são utilizados para dar sequência aos níveis de tratamento. Em um primeiro momento há o tratamento de águas residuais primárias, que usa triagem para remover objetos grandes e tanques de sedimentação para separar sólidos de líquidos.

A seguir, ocorre o tratamento secundário, que utiliza métodos biológicos, como lodo ativado, filtros de gotejamento e lagoas. Tipicamente, o lodo ativado é usado em conjunto com a aeração e agitação. 

Por fim, as águas residuais podem ser desinfetadas com cloro ou outros compostos desinfetantes, ou com ozônio ou luz ultravioleta (UV).

Além disso, os seguintes equipamentos são essenciais para melhor tratamento e desinfecção de água:

Agitadores: sua finalidade é misturar o coagulante com a água durante a mistura rápida mecanizada;

Floculadores: apresentam o objetivo de atrair as partículas por meio de íons positivos, auxiliando na purificação da água;

Decantadores: os equipamentos utilizados nos decantadores são comportas de entrada e saída, raspadores de fundo e as válvulas solenóides;

Filtros: A série de equipamentos para filtragem é bastante grande, incluindo registros de controle de operação e dispositivos auxiliares de comando automático de válvulas e registros; medidores e controladores de vazão; medidores de perda de carga; dispositivos de lavagem superficial e mesas de comando do filtro;

Dosadores: são dispositivos com a finalidade de dosar a quantidade correta de produtos químicos para tratamento da água. Eles são classificados em: dosadores de solução, dosadores a seco ou dosadores a gás.

Há ainda o uso das bombas dosadoras. Estes são equipamentos amplamente utilizados para a aplicação automática de produtos químicos, ácidos ou alcalinos, tais como o cloro, bastante utilizado para tratamento e desinfecção de água.

Devido à sua importância, vale falar da melhor forma a importância das bombas dosadoras para aplicação do cloro durante o terceiro nível de tratamento de água.

 

Dosagem de cloro no tratamento de água: O uso de bombas dosadoras é fundamental

Durante o tratamento e desinfecção de água, o controle da dosagem do cloro é fundamental, principalmente por essa ser uma das etapas mais significativas para o tratamento da água.

O cloro é um produto bastante reativo e por isso se apresenta como um forte oxidante. Assim, quando adicionado na água, ele reage com inúmeras substâncias orgânicas e inorgânicas que diminui sua ação residual. 

Por suas características, a concentração de cloro na rede de distribuição deve variar consideravelmente conforme as substâncias que estiverem presentes na água.

Para realizar isso, a bomba dosadora de cloro é o equipamento demandado. Ela é instalada nas linhas de produção das estações de tratamento, permitindo realizar a dosagem do cloro com maior eficiência. Com esse equipamento, o controle de ph e coagulação são melhor realizados, sendo um equipamento imprescindível.

As bombas dosadoras de cloro são muito seguras, leves e eficientes. Apresentam ainda excelente resistência e vida longa útil, também dispensam mão-de-obra, gerando economia durante o tratamento.

Com a bomba dosadora é possível automatizar o controle e dosagem de cloro nas estações de tratamento de água (ETA), permitindo o consumo de uma água potável muito mais segura.

 

Quer saber como funciona uma estação de tratamento de água? Então confira nosso texto sobre tratamento de água e fique mais informado.

 

 

Avalie este conteúdo

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.