Por que é necessário corrigir o pH no tratamento de água?

out 22, 2021 | Tratamento de água | 0 Comentários

A água compõe mais de 70% da superfície do nosso planeta, sendo um dos recursos mais importantes para a existência de vida. Porém, para que o consumo ou o uso sejam mais seguros há a necessidade de realizar o tratamento de água, que melhora a qualidade desse elemento.

Após o tratamento, a água deve ser límpida, translúcida e sem cheiro. Para isso é exigido que o pH seja corrigido! A sigla, que significa percentual hidrogeniônico, é representado por uma escala que mede o grau de acidez, neutralidade ou alcalinidade da água, influenciando na qualidade.

Mas você sabe porque é tão importante corrigir o pH durante o tratamento de água para o consumo ou uso em outras necessidades?

 

pH no tratamento de água: O que significa?

Existem vários fatores que podem influenciar no pH da água bruta. Dentre eles podemos citar a composição do solo, a presença de calcário, de plantas e matéria orgânica, químicos liberados por indústrias ou indivíduos e precipitação ácida.

Exatamente por isso, a análise do pH é fundamental. É possível identificar o tipo da água, com ela sendo mais leve ou mais pesada por conta da quantidade de minerais. Também é importante considerar o lugar de onde o recurso foi extraído — águas de superfície de lagoas, rios, ribeirões e represas.

Por meio da correta análise, é possível verificar os componentes presentes na água bruta, caso de bicarbonatos, cálcio, sulfatos, cloretos, fluoreto, estrôncio, sódio, magnésio e potássio aliada à necessidade de cada serviço, seja ele industrial ou residencial.

O pH possui escala de intervalos de variam de 0 a 14, indicando a concentração de íons H+ presentes na água:

  • pH abaixo de 7 são indicados como ácidos;
  • pH igual a 7 são neutros;
  • pH acima de 7 são básicos.

O pH exerce influência em diversos equilíbrios químicos que ocorrem naturalmente ou em processos unitários de tratamento de água, vindo a se tornar um parâmetro importante em muitos estudos na área de saneamento ambiental.

A influência do pH ainda pode ser direta e indireta. Nos ecossistemas aquáticos naturais, essa influência é direta devido aos efeitos sobre a fisiologia de diversas espécies.

Já do ponto de vista indireto, o pH influencia na precipitação de elementos químicos tóxicos, tais quais metais pesados, ou em outras condições que possam exercer efeitos sobre a solubilidade de nutrientes.

 

Como corrigir o pH da água durante seu tratamento?

Como vimos, o pH é uma das principais medidas que indicam a qualidade do tratamento de água. Por meio da correção do pH se consegue saber o tipo de coagulante a ser usado no tratamento do afluente, para não dosar mais do que o necessário.

No entanto, dosagens incorretas do coagulante durante o tratamento de água podem baixar o pH e prejudicar o processo químico, acarretando um custo operacional inútil. Por isso, a etapa de adequação do pH para a coagulação é uma das mais importantes durante o processo de tratamento da água.

A correção para manter os índices ideais do pH no tratamento de água é feita por meio da adição de diferentes substâncias.

Se o resultado da análise da água indicar que a água está ácida, ou seja, abaixo de 7,2, é preciso utilizar um elevador de pH, caso do carbonato de sódio. Já ambientes com índices acima de 7,6, precisam de um redutor de pH, como é o caso do ácido muriático.

Neste cenário, para que o tratamento de água seja mais efetivo e a correção do pH seja realizada da melhor forma, há a recomendação de uso das bombas dosadoras. Este equipamento é instalado nas linhas de produção das estações de tratamento, permitindo realizar a dosagem do produto químico necessário com maior eficiência. 

Com esse tipo de equipamento, o controle de pH é monitorado e realizado de forma constante.  A bomba dosadora trabalha em conjunto com um sensor de pH que identifica as variações na medida, compensando assim na dosagem automática de precisão do produto químico que está sendo utilizado para se chegar no pH desejado. 

Para essa função, as bombas dosadoras da Exatta Bombas são as melhores do mercado, em especial o modelo EXpH. Ela é muito segura e eficiente. Também é muito resistente e possui longa vida útil, além de dispensar mão-de-obra por corrigir automaticamente a vazão, gerando economia durante o tratamento.

 

Para saber mais sobre as etapas do tratamento de água, te convidamos a acompanhar este conteúdo exclusivo.

Baixe nosso catálogo e fique por dentro de todos os modelos de bombas dosadoras disponívels que a Exatta Bombas oferece! | Receber Material | Exatta Bombas

Avalie este conteúdo

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.